Educação Financeira


Bolhas no Mercado Financeiro

A TraderOne Assessoria de Investimentos destinou essa parte à disseminação da educação financeira.

Nessa breve apresentação, daremos ênfase às bolhas especulativas.

Uma Bolha Especulativa é descrita por uma situação em que os preços dos ativos parecem basear-se em uma visão distorcida ou inconsistentes sobre o futuro. Ocorrem em cenários de euforia em que os investidores almejam lucros ainda maiores. Em que o valor de mercado de um ativo corresponde a valores extremamente elevados em relação ao valor real.

Como é bastante difícil observar o valor real do ativo, bolhas especulativas muitas vezes só podem ser conclusivamente identificadas por meio de uma retrospectiva, em que haja uma queda brusca nos preços. Este processo pode perdurar por meses ou anos, ao passo que um ativo pode ser supervalorizado devido a especulações de mercado momentâneas.

Muito se discute sobre as possíveis causas para a formação de bolhas, mas o excesso de liquidez monetária do sistema induz a facilidade de crédito e empréstimos pelas instituições financeiras. Estas por sua vez, fazem com que o valor dos ativos se tornem vulneráveis e suscetíveis a chamada hiperinflação, que é causada pela especulação do mercado.

Outro possível fator que ocasiona a Bolha é a chamada Psicologia Social. Os chamados otimistas compram ativos supervalorizados com o intuito de vender a outros especuladores, a um preço ainda mais alto. Como o ciclo vicioso se mantém, a bolha inevitavelmente irá se instaurar após algumas negociações sem conclusão.

Um dos casos mais interessantes foi a da Bolha das Tulipas, primeira bolha financeira do mundo. No início do século XVII tulipas se tornaram um símbolo de status na Holanda. Isso fez com que seus preços começassem a subir. Quanto mais rara a tulipa, mais valiosa ela era considerada. A mania por tulipas era tão grande que os preços chegaram a aumentar 20 vezes em um único mês.

Em 1636, as tulipas e os seus contratos eram negociados na Bolsa de vários países. Era inevitável, entretanto, que em um certo momento dessem por conta que se pagava uma fortuna por uma planta de jardim. Isso ocorreu no inverno de 1636-1637, quando um comprador não honrou o seu contrato, gerando um pânico que fez com que, em questão de dias, os preços das tulipas caíssem para um centésimo de seus valores anteriores. A bolha havia estourado e mostrado a sua face mais nefasta.

No início do ano de 1990, o mercado imobiliário do Japão deu sinais deste tipo de crise. O valor dos imóveis alcançou quatro vezes o valor real no mercado imobiliário. Outro acontecimento foi a Bolha da Internet, no início deste século, além da recente crise do mercado de imóveis dos Estados Unidos, e que culminou a recessão mundial no ano de 2008. Sem um maior juízo de valor, é o que possivelmente se desdobrará os bitcoins ou mesmo foram as Ações das empresas do Grupo X de Eike Batista.

By Studio SDB - Todos os direitos reservados